Cirurgia de ceratocone

O que é?

O ceratocone consiste em uma doença ocular progressiva que compromete a córnea, ou seja, a porção mais externa do olho. Nesta doença, a córnea apresenta uma maior fragilidade, ocasionando o seu afinamento e o seu encurvamento em formato de cone.

Diagnóstico:

O primeiro sinal da doença é a piora visual mesmo com a correção de óculos.
O diagnóstico precoce do ceratocone é imprescindível para o seu prognóstico.
Ele é realizado a partir de uma série de exames, como topografia, paquimetria e tomografia corneana.
Vale lembrar que esta é uma doença familiar, devendo o paciente sempre procurar um oftalmologista para que seja descartado este diagnóstico, caso tenha algum familiar portador de ceratocone.

Acompanhamento:

É importante que os pacientes que tenham obtido o diagnóstico de ceratocone mantenham acompanhamento a cada três a seis meses com o seu oftalmologista, para que sejam identificados os sinais precoces da progressão da doença.

Tratamento:

O tratamento do ceratocone pode variar de acordo com seu estágio de evolução.
A reabilitação visual pode ser obtida em algumas vezes através de óculos, lentes de contato rígidas ou até mesmo cirurgias. 

Lentes de contato rígidas:

Hoje em dia existe um portfólio enorme de lentes de contato para o tratamento de ceratocone, com o desenho específico para cada estágio de evolução da doença. Estas lentes podem ser coreanas ou esclerais. A sua adaptação é necessariamente realizada pelo médico oftalmologista, pois ele consegue escolher a lente ideal para cada formato de córnea a partir dos exames realizados.

Cirurgias para o ceratocone:

• Implante de Anel Corneano Intraestromal:
Esta cirurgia consiste no implante de uma estrutura em formato de anel dentro do tecido corneano. Os anéis têm a função de regularizar a curvatura da córnea, podendo, assim, melhorar a qualidade visual. Em alguns casos, pode ser útil para ajudar o paciente a melhorar a sua adaptação ao uso de lentes de
contato.
Esta é uma cirurgia rápida, realizada com o auxílio de um laser (Femtossegundo), indolor, e realizada sob anestesia com colírios.

 

• Crosslinking Corneano:
O Crosslinking é um procedimento indicado para interromper a progressão doceratocone.
Nesta cirurgia, são aplicadas gotas de um colírio de Riboflavina, seguido de aplicação de radiação UV. Após a sua realização, é colocada uma lente de contato terapêutica, para auxiliar na cicatrização da córnea, sendo retirada em torno de uma semana após.
Este procedimento é rápido e indolor, realizado sob anestesia com colírios.

• Transplante de Córnea:
O transplante de córnea é reservado para casos avançados de ceratocone, que não obtiveram melhora visual através dos demais tratamentos disponíveis. Hoje em dia existem diversas técnicas de transplante de córnea, sendo ele de espessura total ou parcial (transplante lamelar), o que garante uma maior taxa de sucesso desse procedimento como tratamento para o ceratocone.